Fórum debate chegada da ferrovia Vicente Vuolo em Cuiabá

September 12, 2018

Diminuição do gargalo logístico, atração de novas indústrias, geração de empregos e fomento da economia da Capital. Estes são apenas alguns dos benefícios que a chegada dos trilhos da ferrovia, que ligará Rondonópolis a Cuiabá, trará para o estado. Orçada em aproximadamente R$ 2 bilhões, a obra foi debatida na manhã desta segunda-feira (10), no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Cuiabá), na reunião do Fórum Pró-Ferrovia.Os trilhos em Mato Grosso chegam atualmente até o município de Rondonópolis, saindo do Porto de Santos, em São Paulo. A ferrovia foi inaugurada em Rondonópolis em setembro de 2013 e conta com outros terminais no estado, localizados em Alto Taquari, Alto Araguaia e Itiquira. Após a chegada na Capital, o objetivo é levar os trilhos até Sorriso, em uma obra orçada em R$ 3,6 bilhões.

 

A Prefeitura de Cuiabá é uma das apoiadoras do Fórum, que é presidido pelo secretário municipal de Cultura, Esporte e Turismo, Francisco Vuolo, que comandou a reunião. Quem também esteve presente foi o secretário municipal de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Gilberto Gonçalo Gomes.

Para Vuolo, a reunião foi histórica pois, pela primeira vez, a empresa Rumo Logística S.A., concessionária que deverá ser responsável pelo modal, apresentou a viabilidade econômica da construção e operação deste trecho da ferrovia.

“Pela primeira vez a Rumo veio a Cuiabá e manifestou de forma oficial a viabilidade econômica do município de Cuiabá para se fazer um  terminal ferroviário na Capital. Com isso, ela demonstra todo seu interesse de expandir a ferrovia de Rondonópolis até Cuiabá. O prefeito Emanuel Pinheiro enxerga isso como um momento de transformação na cidade”, afirmou.

 

O secretário afirmou ainda que a cidade ganhará muito com a chegada dos trilhos da ferrovia Senador Vicente Vuolo até a Capital e a posterior extensão até Sorriso, no norte do estado. No entanto, ele apontou que é preciso que o município se planeje para isso.

“Este modal trará um impacto positivo muito grande para Cuiabá, mas para isso, precisamos planejar a cidade para poder receber este grande empreendimento. Vamos fazer este planejamento por meio da sociedade civil organizada, do setor produtivo e com apoio total da Prefeitura de Cuiabá”, completou.

Gilberto Gonçalo Gomes destacou que a chegada dos trilhos na Capital fomentará a economia de Cuiabá, impactando diretamente na geração de empregos relacionados à ferrovia. O secretário também ressaltou a facilitação para as empresas no que diz respeito à logística de transportes.

“Todos os presentes apontaram a importância econômica do empreendimento para o estado, principalmente em relação à facilitação da logística e do deslocamento de matéria prima. Para Cuiabá, isso será muito importante, já que irá gerar uma série de empregos diretos e indiretos, fomentando a economia de uma maneira geral”, disse.

O secretário de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico também relatou que com a economia aquecida, principalmente por empresas que vierem a se instalar no entorno dos trilhos, o município terá um incremento significativo na sua arrecadação, o que consequentemente será convertido em melhorias para Cuiabá.

“O desenvolvimento de uma atividade econômica desta magnitude, envolvendo as cadeias que mais tem rentabilidade e mais representam movimento financeiro para o estado, se pegarmos Cuiabá, teremos vários outros benefícios, inclusive com relação à arrecadação. A ferrovia fomentará que empresas se interessem em desenvolver atividades econômicas em seu entorno, como alimentação, hospedagem e tantos outros relacionados”.

Please reload

Em Destaque

Taques afirma a ministro que só defenderá Ferronorte se ela passar por Cuiabá

May 10, 2017

1/2
Please reload

Notícias da Ferrovia
Please reload

Search By Tags
Please reload

Follow Us
  • Facebook Classic
  • Twitter Classic
  • Google Classic